iPod Shuffle 3ª Geração, e o tal do Código Morse

Principalmente em blogs americanos e no youtube, dando uma olhada nos comentários sobre o novo Shuffle, podem reparar que em quase todos os vídeos e posts tem comentários dizendo “Nesse novo iPod tem que aprender código Morse“, ou “Eu não quero um iPod que precise ler o manual“.

Um dos pontos mais criticados no iPod Shuffle 3ª Geração foi, com certeza, o “fone de ouvido/falta de botões no player/código morse” para passar as músicas.

Clica uma vez: passa a música. Um clique curto e um longo: troca a playlist. Dois cliques longos, três curtos, e mais dezesseis no ritmo de Cavalo Manco do Calypso: Ativa a autodemolição.

Não entendeu nada? Veja o vídeo:

Outro ponto bastante criticado foi a empolgação de Hannah na Tour Guiada.

Mac OS X invadido em 10 segundos – Perigo iminente?

Todos, ou pelo menos a grande maioria dos usuários de Mac tem uma certa(e até então garantida) “segurança” ao usá-lo, sem nem mesmo usar um antívirus ou um pacote de segurança.

E mesmo assim, um Mac foi o primeiro computador a ser invadido no concurso de segurança PWN2OWN, que ocorreu semana passada no congresso CanSecWest. O autor da façanha foi Charlie Miller, cientista em segurança, que já tinha quebrado o sistema da Apple na edição anterior do evento.

Miller e seu MacBook durante o PWN2OWN

Miller e seu MacBook durante o PWN2OWN

Desta vez, Miller melhorou seu tempo; ele demorou entre 5 a 10 segundos para derrubar o Mac, contra os 2 minutos levados em 2008. “Eu não posso contar detalhes da vulnerabilidade, mas era um Mac, com todas as últimas atualizações, rodando o Safari, com todas as correções”, comentou o vencedor, logo depois de seu feito.

Ele confirmou que já havia pesquisado e escrito o “exploit” utilizado antes de ter chegado no desafio. As regras do concurso dizem que o participante pode fornecer um endereço na internet onde seu exploit estará hospedado, replicando as práticas usuais dos crackers, que induzem usuários a entrar em servidores que eles infectaram com malware.

De acordo com Terri Forslof, gerente de segurança da TippingPoint, uma divisão da 3com que patrocina o evento, outro participante também invadiu um laptop Sony que estava rodando o Windows 7, explorando uma vulnerabilidade no Internet Explorer 8.

No blog DVLabs, a gerente contou como foi o primeiro dia do concurso e comentou que o sistema operacional da Microsoft fora derrotado por um cidadão chamado Nils: “apenas Nils, sabe, assim como Prince ou Madonna”, brincou ela. Segundo o blog Zero Day, Nils ainda derrubou o Safari e o Firefox, completando a “tríplice coroa”.

Assim como Charlie Miller, que recebe o MacBook “vítima” da competição, Nils ganha do concurso não só o prêmio em dinheiro, mas também o próprio laptop da Sony, por ter sido o primeiro a invadir o computador.

~

“Eu usoum Macbook o tempo inteiro, e foi ele que eu usei no concurso para atacar o MacBook Air. Eu adoro Macs. E foi por isso que eu participei. O meu maior interesse é tornar os Macs mais seguros possíveis”, disse Miller.

Mais informações aqui, aqui,e ali.

Novo LG Secret, o terceiro Black Label Series

Os primeiros foram Chocolate e LG Shine, e agora mais um super lançamento da LG, o Secret tem câmera de 5.0Mpx com Flash e um zoom de 16x! Fibra de Carbono, TouchScreen(O Tal Neon Touch), Sensor de Movimento, ISO800 que permite gravar vídeos em ambientes escuros(e a gravação de vídeos é em 120 fps), etc, etc.

lg-secret

Mais algumas especificações...

Clássico, Elegante, e Moderno. Tudo isso em um só.

É ou não é para se apaixonar?
Veja mais: Continue lendo

Desvendando os segredos mais “obscuros” do iPhone

Truques e salvações!

Alerta, perigo, perigo!• Tocando simultaneamente botão de início e o botão “Sleep” do seu aparelho, você tirará uma screenshot (captura de tela) do que quer que esteja rolando no seu aparelho. A imagem ficará armazenada na galeria da câmera e pode ser transferida facilmente para o computador com o uso do cabo de dados.

• Segurando estes mesmos botões por dez ou mais segundos, você forçará o desligamento do aparelho. Não é a mais segura das maneiras, mas uma hora ou outra o seu telefone poderá travar!

• Deu “pau” de vez? Com o aparelho desligado pressione novamente estes dois botões por dez segundos e após este tempo solte apenas o botão de desligamento de tela. O iPhone deverá entrar em modo de restauração, conhecido como DFU.

Agora é só conectá-lo com o iTunes e realizar a restauração completa de sistema. Apenas tenha em mente que todos (sim, até mesmo a sua agenda de contatos) os seus dados serão perdidos neste processo!

Direto nos fones de ouvido

Deixando as combinações e falhas de sistema de lado, existem comandos voltados especialmente para a reprodução de multimídia e atendimento de chamadas. A maioria deles utiliza o clicker do fone de ouvido, um botão localizado no fio direito, justo onde está também o microfone para chamadas handsfree (mãos livres).

Quem diria, um botão!

Para música:

• Um aperto rápido no clicker inicia a reprodução de música a partir da última faixa ou lista de reprodução selecionada. Se alguma faixa já estiver sendo tocada, ela será pausada. Vale lembrar que o aparelho deve estar ativado na primeira vez.

• Dois apertos seguidos pulam para a próxima música da lista.

• Pulou sem querer? Pressione rapidamente três vezes o botão para retornar ao início da faixa ou para a música anterior.

• Esta não é uma dica para o fone, mas segurando seu dedo sobre o botão de avançar ou retroceder, a música passará em velocidade mais alta. O comando é perfeito para repetir trechos específicos.

Agora em duas cores.

Para ligações:

• Seu celular tocou enquanto você curtia um som? O toque no clicker que iniciava a reprodução também serve para atender e finalizar chamadas.

• Segurando o botão enquanto recebe uma ligação, você fará com que a pessoa caia diretamente na sua caixa de mensagens (mas é provável que ela perceba, portanto tome cuidado).

• Caso a sua operadora suporte o serviço, você pode receber ligações simultâneas. Dando um toque no botão você alterna entre estas chamadas e, segurando ele por dois segundos, a atual será finalizada. A confirmação vem na forma de dois “beeps” sonoros.

Acesso rápido

Quando estiver navegando pela internet, experimente descer pela página e tocar a tela diretamente sobre a barra de status. Esta ação funciona exatamente como a tecla Home dos computadores, levando-o ao topo.

teste• Sempre que o teclado virtual é chamado à tela (mesmo para e-mails, endereços e SMS), segurando o dedo sobre uma letra — ou sobre o “.com” — você ativará suas alternativas, como “ç” e “.net”, por exemplo.

• Ainda na internet pelo Safari, caso deseje salvar alguma imagem, apenas toque-a e segure seu dedo sobre a tela. Em instantes uma opção de sim ou não aparecerá. Caso confirme a ação, a imagem selecionada será importada para a sua galeria de imagens.

• Na internet, em fotos ou em vídeos, duplos toques rápidos na tela aproximam (zoom) o ponto de contato. Esta é uma alternativa ao comando padrão de pinça que utiliza o dedão e o indicador.

• Dando duplo clique no botão de início, você pode acessar rapidamente os seus contatos favoritos. Contudo, se alguma música estiver tocando, este comando chamará à tela os comandos do iTunes (volume e controle de reprodução), mesmo estando você jogando ou usando outros programas.

Estas são as configurações padrão, que podem ser alteradas no menu de ajustes, sob a guia “Geral”, inclusive podendo ser invertidos os favoritos pela janela principal do iPod.

Curte Jack Johnson? Agora vai ser mais fácil!

Pode parecer besteira, mas com um pouco de treino e uso, estes comandos podem tornar a sua experiência com os iPhones muito mais direta, simples e agradável. Deixe de tirar o aparelho do bolso a cada ligação e obtenha muito mais controle sobre as suas músicas.

Os passos foram todos mostrados, agora o resto fica por sua conta. Faça bom proveito e seja feliz com a sua super-máquina!
Fonte: Baixaki.

Lançamento: iPod Touch 160Gb

Somente no BuscaPé:

Por essa o Seu Jobs não esperava.

Vivo confirma lançamento do iPhone no Brasil para setembro.

Dando uma volta no Blog do iPhone, dei de cara com um post que nos deixa superfelizes:

Recebemos hoje um material interno exclusivo da Vivo que traz muitas informações importantes ao consumidor brasileiro. O Blog do iPhone revela em primeira mão o conteúdo desse material.

O documento contém explicações aos vendedores da Vivo sobre a estratégia que a operadora está adotando para o lançamento do iPhone 3G no Brasil. Detalha o público alvo inicial, assim como respostas para perguntas que os clientes devem fazer.

Confirmado: Vivo lançará iPhone em setembro | Blog do iPhone.

Agora eu TENHO que comprar o meu.

“Luz Lenta” pode aumentar velocidade da conexão de Internet

Fios
Meta-materiais poderiam substituir fios transmissores

Pesquisadores acreditam que uma das formas de aumentar a velocidade da internet é, curiosamente, desacelerar parte dela.

Segundo cientistas, o uso de meta-materiais, estruturas criadas artificialmente e que têm propriedades óticas que fazem a luz “se dobrar”, poderiam representar “os freios” no processo de envio das informações.

Eles explicaram que a velocidade da internet não é determinada pelo transporte da informação, mas pela rapidez com a qual ela é encaminhada às suas destinações finais.

Transferências de alta velocidade no setor de telecomunicações incluem cabos de fibra ótica, que percorrem vastas distâncias carregando diferentes informações em diversos canais, cada uma com uma freqüência de luz.

À medida que os dados chegam ao fim do percurso, as freqüências de luz devem ser separadas e enviadas a diferentes destinos.

Esta separação é efetuada por equipamentos volumosos que espalham as freqüências de luz em diferentes detectores.

Tais freqüências devem, então, ser convertidas em sinais elétricos. Esta conversão, além de ser dispendiosa e complexa, retarda a transmissão da informação à sua destinação final.

“A conversão da luz em sinais elétricos limita a velocidade de todo o processo”, disse Chris Stevens, do Departamento de Ciências da Engenharia.

Meta-materiais

É neste ponto que os meta-materiais podem ser úteis, afirmam os especialistas.

Se as freqüências de luz puderem ter sua velocidade reduzida, não haverá necessidade para a conversão em sinais elétricos.

As propriedades óticas dos meta-materiais podem ser utilizadas propositalmente para diminuir a velocidade da luz.

“A habilidade para diminuir a velocidade da luz pode ser uma grande ferramenta para empresas de telecomunicações na melhoria da eficácia e rapidez da rede”, disse o professor Xiang Zhang, da Universidade da Califórnia.

“Seria o mesmo que imaginar um chip com o meta-material comandando o transporte da informação, sendo que pequeno objeto tem a mesma capacidade do grandes equipamentos de filtro, só que do tamanho da unha de um dedo”, disse Chris Stevens.